9 de nov de 2015

Mas olha pelo lado bom ...

Nessa última semana me encontrei presenciando aquilo que mais tive medo, algo que poderia chamar facilmente de "falta de admiração própria".

Desde que minha vida adulta começou- e eu não tive escolha a não ser vive-la- tenho mudado de planos constantemente, me irritado com coisas pequenas e aprendendo a viver a turbilhão.

Minha vida se tornou uma lista de 3 itens em um looping infito: trabalhar, estudar, dormir. Eu sempre fui avisada que isso aconteceria, e que seria a pior fase, não consigo discordar. Existem dois lados da moeda, terei 1 mil tostões para gastar em tickets, passagens aéreas e filme para a câmera. 
Mas olhando pelo outro lado, quando poderei desfrutar disso e sair fotografando só por fotografar?

Mas como o nosso dia é a gente que faz, e que tudo pode ser mudado com um levantar de pés, decidi sair da cama - deixar meus afazeres de lado - colocar meu vestido novo, minha câmera carregada, o pior - em uma dia de chuva- e mudei essa situação toda.

Eu e a pessoa que mais admiro no mundo, saímos por ai procurando novos rumos, devo dizer que tiveram seus contras. Mas agora tenho uma nova história pra contar.






















3 comentários:

  1. Que fotos lindas, que texto lindo <3
    seguindo pra ontem seu insta!
    Beijão!

    sushibaiano.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Amei as fotos. Perfeita as escolhas de ângulo. ;)

    Parabéns!!! Beijinhos

    www.bocaabocablog.com

    ResponderExcluir
  3. Post lindo e imagens incríveis!
    Eu entendo perfeitamente esse turbilhão que é a vida adulta e a imensa vontade de levantar, pegar a câmera e sair pra fotografar, é o que me faz bem, me deixa tranquila.
    Fez muito certo em deixar as atividades de lado e sair com a camera.

    Amo teu blog!
    Beijos
    www.20-primaveras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir